Puerto Natales





O local é nada mais que um pequeno vilarejo que serviu, para nos, como ponte de ligaçao mais rápida ao parque Torres del Paine.
O Hostel estava em reforma e nao estava aquelas coisas. Uma casa toda de madeira, mas serviu para descançar e tomar um bom café da manha.
A mulher que cuidava era uma francesa que estava morando no Chile faziam 3 anos após ter vindo para Puerto Natales e se “enamorado” com um local.
O bom foi que eles cuidaram de tudo, desde a nossa excursao para Torres del Paine até nossa ida para El Calafate.
Comemos em um restaurante bom e barato. A Day comeu salmao por 4000 pesos chilenos.
O nome é que nao inspirava muita confiança, Picada de Carlitos.
Mas valeu, até comemos o prato tradicional da patagonia, a Centolla (le-se centoja). É um siri gigantesco mesmo, e muito gostoso.
Também provamos um drink a base de Pisco.
Enfim, uma vila simples e simpática, com um lago ligado ao oceano pacífico e uma vista linda da cordilheira dos Andes ao fundo.

Romina, nessa hora eu estava falando contigo ao telefone.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s