Jardins de Versailles

Entrada para o Palácio de Versailles

Dia 25 de abril, foi o dia em que acordamos “cedo” e pegamos o trem em direção a Versailles, para visitar o Château de Versailles, o enorme palácio real construído por Luix XIV, o Rei Sol, e utilizado como residência real até Luiz XVI, com a queda da monarquia francesa.

e essa cerca dourada?

A fila para comprar os ingressos é gigante e você pode demorar horas nela. Assim que saimos do trêm, agentes de turismo que ficam esperando na estação nos recomendam comprar as entradas de antemão no posto de informações turísticas localizado logo em frente a estação. Foi o que fizemos, e com isso garantimos entrada imediata. O nosso Paris Pass não incluia a entrada aos Jardins de Versailles, só ao Chateau. De qualquer forma, foi uma enorme vantagem comprar no posto turístico em frente a estação ferroviária, pois a fila para comprar os ingressos no próprio local estava desanimadora.

Se você for ao Palácio de Versailles, é bom reservar um dia inteiro para aproveitar bem a visita. O Palácio é maravilhoso, e você pode conferir de perto o verdadeiro estilo Luis XV. Camas suntuosas, espelhos, candelabros, obras de arte, vasos, papéis de parede e cortinas de veludo pertencentes a algumas das mais fomosas famílias reais francesas podem ser conferidos na visita.

Luxo e História, essas são as melhores palavras para descrever o Palácio. O que mais me chamou a atenção? Pode parecer bobo, mas foram 3 coisas: 1. portinholhas discretas (mas não imperceptíveis) nos cantos dos quartos, provavelmente passagens “secretas” entre os cômodos e por onde fugiu Maria Antonieta por ocasião da invasão do Palácio de Versailles na época da Revolução Francesa. 2. o quarto da Rainha, que era a “quilômetros” do quarto do Rei (oi? por que eles dormiam separados?) e 3. o quarto da Rainha onde ela dava a luz a seus rebentos na presença ilustre de toda a corte…

interior do Palácio

Um dos murais em homenagem ao rei (acho que era o Luis XV)

Galeria de Espelhos, onde foi assinado o Tratado de Versailles.

Quarto de Maria Antonieta

Porta "secreta" na lateral do quarto de Maria Antonieta

Móveis Luis XV

Mais um móvel Luis XV autêntico

Mais uma das camas reais com o tradicional glamouroso dossel

Para saber um pouco mais sobre o Palácio numa leitura rápida, recomendo o wikipédia.

E aí, finalmente, o famoso Jardim de Versailles, era domingo e muitos parisienses resolveram também passar pelos jardins, como um passeio de fim de semana (q invejinha). O dia estava lindo, e deu pra passear em boa parte do jardim. Ele é gigantesco! Austero, simétrico, quase só verde, poucas flores, muitas estátuas e chafarizes. O imenso lago ao fundo – onde pessoas passeiam em românticas canoas – ladeado por árvores podadas em topiaria, é uma paisagem quase irreal. Toca-se música clássica o tempo todo, e no final da tarde (não tenho mais certeza desse horário) há o aguardado show das águas, quando todos os chafarizes entram em funcionamento.

Vista a partir do Palácio de Versailles

Um dos labirintos do jardim

Um dos jardins secretos de Versailles

Uma das alamedas, com as árvores em topiaria, todas retinhas

Caio na multidão de visitantes.

O lago, enorme, e seus barquinhos.

No jardim há restaurantes e barraquinhas para você almoçar ou fazer um lanche, pode acreditar!

Vista do Palácio, a partir do Jardim

Show das águas, no principal chafariz

No fim da tarde voltamos para Paris, e resolvemos pegar a filinha (menor) para subir nas torres da Notre Dame.  Foi muito divertido e interessante. Os sinos tocaram bem na hora em que estávamos exatamente ao lado da torre. Ver as gárgulas de perto não tem preço. E a vista da cidade daquele ponto, eu diria que chega a ser mais bonita do que a vista que se tem da Torre Eiffel, pois de lá se tem a vista da Torre, do Rio Sena, da Sacre Coeur, e da La Defense e centenas de outros telhados, torres e pontos famosos ou simplesmente bonitos.

Degraus para subir as torres da Notre Dame.

Gárgulas e Sacre Coeur ao fundo

Gárgulas e telhado da Notre Dame

Gárgula e Torre Eiffel ao fundo

La Defense, num super zoom

Sino da Notre Dame

Vista da Ilha de Sant Louis

Panorâmica a partir das torres da Notre Dame

Por baixo da ponte da Rue de La Cite de Notre Dame

we

Pro jantar, Subway em frente a Notre Dame.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s