Casas de Pablito






As casas de Pablo Nedura sao uma atraçao no Chile. Existem 3 casas dele que viraram museus.
Todas elas possuem nomes dados por ele mesmo, La Chascona em Santiago, Isla Negra num vilarejo proximo a Valparaiso e La Sebastiana em Valparaiso.
Visitamos 2 das tres. A de Santiago passamos somente pela frente e tiramos diversas fotos.
A de Valparaiso entramos nela e foi muito legal. A casa é igual a cidade uma confusao de corredores, portas e curvas, muitas que nao levam a lugar algum. Mas tal qual a cidade, a vista da baia com a cidade e suas casa coloridas como moldura é o que nao falta. A sala de jantar e o escritório particularmente tem vistas incriveis.

Concha y Toro


Náo deixe de ver esse post novamente, colocaremos mais fotos.

Vinícula super famosa e a maior do Chile.
Muito legal conhecer toda a história de vinícula e principalmente o famoso local onde surgiu a lenda do Casillero del Diablo.
Esta foi realmente a parte mais marcante, claro que tomar um vinho de 100 dólares também nao foi nada ruim.
Valeu o passeio apesar que a visita poderia ter sido mais longa e detalhada.

Santiago

Caio passeando no Cerro Santa Lucia.

E aqui, no Cerro San Critobal.

Vista do Cerro Santa Lucia.

Day, na terraza Netuno, no Cerro Santa Lucia.

Caio e Day no mercado central. Aqui encontramos o Jorgito, uma figura sem igual q nos ajudou a encontrar alguns lugares ao redor e nos conquistou para almoçar no Donde Augusto.


Vista da Catedral.


Igreja Nossa Senhora de La Merced.


Vista do Cerro San Cristobal.


Day no Cerro San Cristobal.

Museu de Belas Artes.

Passamos 4 dias em Santiago.
Talvez por que já estávamos cansados de viajar… mas achamos que 4 dias foi mais do que suficiente para conhecer os lugares mais interessantes de Santiago.

Fomos ao Cerro San Critobal, uma vista muito linda e impressionante da cidade e da Cordilheira dos Andes. Infelizmente, a núvem de poluiçao nao deixou ver muito longe.

Visitamos também o Cerro Santa Lucia, que achamos mais charmoso q o San Critobal.

Fomos aos bares e artesanato do Bellas Artes. Palácio la Moneda. Catedral. Museo de arte Pré-Colombiano. Shopping Parque Arauco e numa Fonda no parque Santa Inês (uma das festas pátrias típicas do Chile), na qual ficamos impressionados com a limpeza e organizaçao.

Ficamos meio abalados no final, pois vimos um assalto acontecer na frente do nosso hostel, segundos depois de termos saído. A partir dalí, ficamos com medo de andarilhar por Santiago.